MAATE QUENTE

Criados no interior do Rio Grande do Sul, na cidade de Seberi, os irmãos Aldo, Paulo e Pollako sempre tiveram grande paixão pela música. Desde pequenos, tocam instrumentos, cantam e compõem inspirados em grandes nomes da música gaúcha e brasileira. Com o apoio do pai, um gaiteiro nato, montaram uma banda e  começaram a fazer pequenos shows pela região.

Disposto a levar adiante a carreira musical, Aldo, o irmão mais velho, buscou centros maiores, onde pudesse mostrar seu trabalho e aperfeiçoar-se como músico. Primeiro aventurou-se em Porto Alegre depois percebeu que São Paulo seria mesmo o seu destino. Na capital paulista, começou tocando em churrascarias e pequenos bailes. Aos poucos,  o restante da família foi se juntando e em pouco tempo a família já dividia o mesmo palco. Em 1990, Aldo,Paulo e Pollako  formaram o MAATE QUENTE.

Em 1994, o grupo gravou o primeiro álbum “Saudades do Pampa”. Dois anos depois lançam “Xotes e Vanerões” com regravações de canções de grandes nomes da música brasileira como Sérgio Reis, Lupicínio Rodrigues, entre outros.

O terceiro CD, “Gaúchos da Paz”, veio junto com o contrato com a gravadora Acit, de Caxias do Sul e contou com a participação de Tchê Garotos e Xiru Missioneiro, tradicionais e respeitados nomes da música gaúcha. Foi no lançamento deste disco, em 2000, que a banda viu surgir um novo marco em sua carreira. A música AMEI DEMAIS VOCÊ foi destaque em diversas rádios e o Maate Quente foi convidado para participar de programas de TV, além de um capítulo da novela Marisol, no SBT.

Em 2002, gravaram o quarto álbum “Amigos Pra Valer”, e dispararam na programação das rádios com as músicas CURVA DE RIO e BALANÇO BOM. O grupo passou a ser considerado um dos responsáveis pela introdução da vanera na região Sudeste.

A canção A DANÇA DA PANELEIRA, uma das faixas do quinto CD “A Thurma do Maate”, fez com que o Maate Quente fosse escolhido como um dos 10 melhores grupos musicais do Rio Grande do Sul. Com isso, a banda fez uma participação no DVD Festchê III, gravado na tradicional Festa da Uva em Caxias do Sul.

Em 2004, o grupo ganhou força e ampliou seus trabalhos levando os shows para diversos estados do Brasil como Minas Gerais, Rondônia, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Com a formação dos tres irmãos, Aldo, Paulo e Pollako, o grupo lança o sexto CD “Isso Só Pode Ser Festa”. Neste trabalho o Maate Quente apresenta um repertório alegre e contagiante, com composições próprias e algumas regravações como AVIÃOZINHO e PROGRAMA DE FIM DE SEMANA.

Destaque para a música MEU NEGÓCIO É SÓ FICAR, grande sucesso em todas as rádios do Brasil e  fora do país como no Japão, Estados Unidos e Portugal. O álbum tem a participação do cantor e compositor Marcelo do Tchê, vocalista do grupo “Tchê Barbaridade”, na música ME CHAMA NO FOLE.

O sétimo CD “Maate Quente ao Vivo”, foi gravado ao vivo em 2007 na Estância Alto da Serra. Produzido por Fátima Leão, a banda ganha ainda mais reconhecimento com a música MENOS PRA VOCÊ, uma das mais executadas em 2008. Este trabalho mostra toda a versatilidade do grupo com músicas românticas e o balanço da vanera e do vanerão.

Atualmente o grupo está finalizando o oitavo álbum da carreira “Maate Quente Na Balada”, previsto para ser lançado ainda neste primeiro semestre de 2011 pela Gravadora Atração. A canção PAPEL DE BOBO já faz parte da programação das principais rádios do interior de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Maate Quente é hoje um grupo que se destaca pela sua autenticidade e capacidade de se reinventar sem perder as raízes. Características que fizeram do Maate Quente um dos grupos mais reconhecidos e respeitados do país.

www.maatequente.com.br

Departamento de Divulgação
Gravadora Atração Fonográfica Ltda
11 2188 0933

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!